Quarta, 28 de novembro de 2012, 21h00
Ana Carolina S. Oliveira


Ainda te encontro


Depois de sonhar tantos anos de fazer tantos planos
de um futuro pra nós...
Irei esperá-la na noite cinzenta de inverno em um campo
Próximo as constelações e anis estrelados,
Vou amá-la, não com esse amor de carne de querer tocá-la
E possuí-la, e saber coisas de dentro dela.
É um amor diferente, quase assim feito uma segurança
De sabê-la ali.
Agrego-me a ti luz do meu dia, meu canto do sabiá
Minha rima emotiva,
Adrenalina que estimula fortemente o coração,
Meu precípuo, minha razão.
Parando de te procurar incansavelmente em todos os lugares,
Um dia te encontro menina!



Ana Carolina S.Oliveira, poeta de Mato Grosso

Fonte: Tyrannus Melancholicus
Visite o website: https://www.tyrannusmelancholicus.com.br/