Sexta, 07 de dezembro de 2012, 22h00
Anna Akhmatova


Não, não sou eu, é alguém mais que sofre.
Eu não teria podido. Panos negros de lã cubram
O que se passou,
E levem embora os lampiões...
.............................Noite.


Anna Akhmatova, poeta russa (1889-1966)


Fonte: Tyrannus Melancholicus
Visite o website: https://www.tyrannusmelancholicus.com.br/