DOCUMENTÁRIO/LANÇAMENTO

Além do filme, quatro bandas no palco



willian garcia

rock

Moracyr Isac da Anunciação, primeiro baterista da banda Jacildo e Seus Rapazes, um dos homenageados, durante a gravação de sua entrevista

O rock narrado por seus personagens, com uma trilha sonora diversa e autoral. O documentário "Ser Underground: A história do rock cuiabano" (2021, 74 min), dirigido por Joe Fagundes e i. bê. gomes, reúne mais de 50 entrevistados entre músicos, produtores culturais e jornalistas para narrar o percurso do rock pela cidade. Contemplado pela Lei Aldir Blanc (Edital nº 05/2020 – SECEL-MT / MT NASCENTES), o projeto realizou as gravações em janeiro e fevereiro de 2021 e somam mais de 13 horas de entrevistas.

"Ser underground...", exibido em dezembro de 2021 em duas sessões presenciais, neste fim de semana, ganha lançamento on-line, quando será transmitido pela primeira vez no youtube. E para fechar seu lançamento digital, quatro bandas vão se apresentar na  Cervejaria La Cerva, no próximo sábado. 

ângela varela

strauss

Strauss, banda icônica do rock cuiabano, vai de (esquerda para a direita) Ricardo Sardinha, Thiago Rocha, Marcos Sereia e Marcus Tubarão

O documentário

Para além de apresentar a emergência do rock em Cuiabá com depoimentos e imagens raras, o documentário Ser Underground: A história do rock cuiabano é também uma homenagem a todos os músicos e entusiastas que há tempos exaltam o rock por estas bandas. E é também um manifesto visual que lança luz sobre a resistência da cultura underground cuiabana ao longo de três décadas.

Entrevistas e acervo de imagens 

Para a realização do documentário "Ser Underground: A história do rock cuiabano" foram realizadas 56 entrevistas – algumas presenciais e outras de modo on-line. Apesar de alguns entrevistados aparecerem sem máscara no vídeo, ressalta-se que os protocolos sanitários exigidos diante da pandemia de Covid-19 (como o uso de máscara, álcool gel e o distanciamento) foram devidamente respeitados. Para evitar aglomeração nas locações das entrevistas foi montado um cronograma com horário marcado, o que garantiu a segurança e integridade tanto da equipe quanto dos convidados.

willian garcia

rock

Valderez Amaral, professora de filosofia da UFMT, militante desde sempre do rock cuiabano

Além das entrevistas realizadas em 2021, utilizou-se um raro acervo imagético “perdido” em formatos analógicos – tanto em foto quanto em vídeo. Fez-se necessária a digitalização desse material, o que resulta em mais uma forma de conservação de parte da memória do rock cuiabano. Os registros são poucos e raros, mas muito significativos para a construção dessa narrativa sonora.

A narrativa do documentário se inicia na década de 1960 com a Jacildo e Seus Rapazes, banda considerada precursora do rock’n’roll cuiabano. O primeiro baterista dela, Moracyr Isac da Anunciação (1937-2021), traz em seu relato uma Cuiabá distante – quando ainda eram ativos lugares como o Balneário, o Sayonara e o Clube Dom Bosco.

divulgação

power rock

Power Rock Trio é composto por (da esquerda para a direita) Jeanbass, Danilo Bareiro e Thiago Costa. Essa trinca contabiliza mais de 20 anos de estrada

Homenageados

Além de trazer à tona a história do rock em Cuiabá, o documentário presta homenagens para dois personagens que ajudaram a escrever a trajetória do rock cuiabano. Camilo Pio Saes, músico multi-instrumentista que ajudou a fundar a banda de death metal Gorempire,  um militante da cultura underground na cidade, é um dos homenageados. Ele também seria entrevistado, mas infelizmente faleceu durante o processo de produção do vídeo, em janeiro. 

Outro homenageado é Moracyr Isac da Anunciação, primeiro baterista da Jacildo e Seus Rapazes. No documentário consta entrevista com ele que, infelizmente faleceu em setembro de 2021.

willian garcia

rock

Os diretores do documentário Joe Fagundes (camiseta preta) e i. bê. gomes (camiseta cinza), com Protásio de Morais (camiseta vermelha), diretor de imagens

O lançamento

O lançamento on-line do documentário será realizado na Cervejaria La Cerva, no dia 11 de junho (sábado). A exibição começa às 18h30 e logo após sobem ao palco as bandas Sr. Infame, Strauss, Power Rock Trio e Lynhas de Montagem. Quem não estiver presente em Cuiabá, poderá acompanhar através do link:  https://www.youtube.com/watch?v=uBkfKJuIrzo . O documentário, após o lançamento, ficará disponível nesse mesmo link para quem quiser conferi-lo posteriormente. (*com assessoria)

rock

A banda Sr. Infame, com sua formação atual (sentido horário): Thiago Araújo, André Murilo, Marcus Tubarão, Anderson Rezendo e Jomar Karrasco

 

SERVIÇO

O QUE: lançamento online do documentário "Ser underground: A história do rock cuiabano", de Joe Fagundes e i. bê gomes, com show ao vivo de quatro bandas em seguida
ONDE: Cervejaria La Cerva, na Avenida das Tôrres
QUANDO: 11 de junho, sábado, a partir das 18h30
LINK PARA ASSISTIR:  https://www.youtube.com/watch?v=uBkfKJuIrzo 
OBSERVAÇÕES: os shows das bandas não serão transmitidos ao vivo. O documentário vai permanecer disponibilizado no link após o lançamento
INFOMAÇÕES: 65 98117 8963

divulgação

rock

A banda Lynhas de Montagem também sobe ao palco. Da esquerda para a direita: Renan Serpa, Marcio Manoo, Klaus Cézar, Marcos Borges e Brunna Maria

 


Voltar  

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:


  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet