DOCUMENTÁRIOS DE MT

Serra do Roncador e mulheres indígenas



dedo de deus

O audiovisual traz o benefício da dúvida para quem é cético, e instiga os que estão na busca de saber o que há além dos nossos cinco sentidos materiais

Os documentários “O dedo de Deus: contatos mágicos na Serra do Roncador” (MT. 2021. 31’), de Aliana Camargo, e “Território: nosso corpo, nosso espírito” (MT. 2019, 31’), de Clea Torres Guedes & João Paulo Fernandes, são atrações desta terça-feira, 19 de julho, às 19h30, no Cine Teatro Cuiabá. As exibições integram o projeto “Encontros com Cinema” e têm classificação indicativa 10 anos. A entrada é gratuita. A partir das 19h30 é permitido estacionar em frente ao Cine Teatro Cuiabá. 

“O dedo de Deus: contatos mágicos na Serra do Roncador”

“O dedo de Deus: contatos mágicos na Serra do Roncador” é uma produção audiovisual realizada com recursos da Lei Aldir Blanc, através do edital MT Nascentes, da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer de Mato Grosso (Secel-MT). O documentário retrata o misticismo na Serra do Roncador com imagens da natureza exuberante da cordilheira, que é considerada um dos pontos de energia espiritual do planeta. Em tempos de desigualdade social e de desequilíbrio ambiental sem precedentes, a produção audiovisual mato-grossense aborda o intangível caminho rumo à espiritualidade que passa pelo desenvolvimento humano e pelo respeito ao planeta.

O fio condutor de “O dedo de Deus: contatos mágicos na Serra do Roncador” envolve relatos de experiências metafísicas e de evolução da consciência humana vivenciadas pelo ator cuiabano André D’Lucca, um apaixonado pela região. Do primeiro encontro com a serra no município de Barra do Garças (MT), ainda na adolescência, às mais de 30 viagens ao Roncador na fase adulta, André conta sua trajetória em busca de autoconhecimento e de conexão com o divino.O mistério que transcende a realidade material também entrelaça à narrativa do ator os depoimentos de pesquisadores e de espiritualistas que consideram o Roncador um santuário espiritual e metafísico, um chacra da Terra. Mais do que a porta da Amazônia Legal, a Serra do Roncador seria um portal para o desconhecido.

O título do filme, “O dedo de Deus”, é uma menção à formação rochosa no Roncador bastante visitada por turistas e místicos do Brasil e do exterior por ser considerada um local de grande concentração energética. Do visível ao invisível, o curta-metragem tem como pano de fundo a reflexão sobre a fuga da rotina e do sistema econômico que valoriza os bens materiais, a busca pelo amadurecimento espiritual que intriga a razão, cura as feridas emocionais e instiga a imaginação.

dedo de deus

O documentário retrata o misticismo na Serra do Roncador com imagens da natureza exuberante da cordilheira, que é considerada um dos pontos de energia espiritual do planeta

A idealizadora do projeto, a jornalista Aliana Camargo, afirma que a realização do documentário é uma provocação interna para ela e para os que assistem. “Ele traz o benefício da dúvida para quem é cético, e instiga os que estão na busca de saber o que há além dos nossos cinco sentidos materiais. Além disso, mostra a riqueza exuberante da Serra do Roncador, que é um lugar com uma energia muito forte.” Aliana, que é doutora em Educação pela UFMT, é responsável pelo roteiro e pela direção da produção.

O documentário foi realizado em parceria com o Núcleo de Produção Digital da Universidade Federal de Mato Grosso (NPD/UFMT) do campus Araguaia. As gravações realizadas durante a pandemia de COVID-19 foram um desafio a mais para a finalização do projeto, que tem locações na Serra do Roncador, no distrito de Vale dos Sonhos, município de Barra do Garças, e em Cuiabá (MT). 

“Território: nosso corpo, nosso espírito”

O documentário evidencia diferentes mulheres indígenas, apresentando pautas que atravessam as diferenças dos grupos étnicos e conformam as singularidades das mulheres A’uwe Xavante. A produção é resultado de um TCC no Curso de Jornalismo da UFMT Campus Araguaia (Barra do Garças), sob supervisão do professor doutor Gilson Costa. Recebeu Menção Especial na 9ª Mostra de Cinema Ecofalante. (*com assessoria)

SERVIÇO

O QUE: exibição dos documentários de MT “O dedo de Deus: contatos mágicos na Serra do Roncador” e “Território: nosso corpo, nosso espírito”
ONDE: Cine Teatro Cuiabá
QUANDO: terça-feira (19), às 19h30

mulheres

As singularidades das mulheres A´uwe Xavante e as diferenças dos grupos étnicos pautam o documentário, que recebeu Menção Especial na 9ª Mostra de Cinema Ecofalante

 

 

 

 


Voltar  

Agenda Cultural

Veja Mais

Últimas Notícias

Mais Notícias

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:


  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet