CINEMA

Uma comédia nacional e os direitos humanos



Opções de filmes é o que está sobrando nesta sexta-feira em Cuiabá. Mas não no circuito comercial das salas espalhadas pelos dois shoppings da cidade. É no Sesc Arsenal que está a variedade, graças à 7ª Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul, que prossegue até domingo, com sessões gratuitas a partir das 14h.


"Chocó", filme de ficção colombiano

Todos os filmes da Mostra exploram, de uma forma ou de outra, aspectos relacionados com os direitos humanos. A programação tem início às 14h, com "Virou o Jogo: A História de Pintadas" (Brasil, 15 min., 2012, doc.), dirigido por Marcelo Villanova e classificação para maiores de 16 anos. Na história, na cidadezinha de Pintadas, no semiárido baiano, o machismo era considerado normal, e as leis eram para os homens e pelos homens, como em tantos lugares do Brasil. Mas, algumas mulheres se organizaram para vencer o machismo, mudando hábitos e jogando futebol. Em seguinda será exibido "Chocó" (Colômbia, 80 minutos, 2012, ficção), de Jhonny Hendrix Hinestroza. O filme explora temas como direito da mulher e igualdade racial, para maiores de 16 anos. Na sinopse, Chocó tem 27 anos e sustenta a família, composta por dois filhos pequenos e seu marido, que passa o tempo tocando marimba, bebendo e jogando dominó. Maltratada física e sexualmente pelo esposo, ela decide se vingar, e isto mudará sua história.


Às 16h tem início mais uma sessão. Para maiores de 12 anos, "O garoto que mente" (Venezuela, 99 min., 2011, ficção), dirigido por Marité Ugás. Apresenta a trajetória de um garoto de 13 anos que abandona a casa em que vive e começa a viajar pelo litoral da Venezuela. Para conseguir sobreviver, seduz quem encontra pelo caminho, reinventando sua própria história no trágico deslizamento de terra provocado pelas chuvas que assolaram o estado de Vargas, em 1999. Mas estes relatos têm algo de verdadeiro e aos poucos seu passado vai se esclarecendo.


"Maria da Penha: um Caso de Litígio Internacional", produção brasileira

Às 18h mais três filmes em sequência. "Menino do cinco" (Brasil, 20 min., 2012, ficção), de Marcelo Matos de Oliveira, Wallace Nogueira, para maiores de 10 anos, conta a história de de um garoto solitário que vive com o pai em um apartamento no quinto andar e só encontra companhia de um cachorrinho que foge do dono. "Maria da Penha: um Caso de Litígio Internacional" (Brasil, 13 min., 2011, doc.), com direção de Felipe Diniz, remete ao ano de 1983, quando a protagonista que dá título ao filme, Maria da Penha, sofre uma tentativa de homicídio por parte do marido. Com a ajuda de grupos de defesa dos Direitos Humanos, ela levou o caso às instâncias internacionais de Direitos Humanos, um marco na luta contra a violência doméstica na América Latina. Classificação indicativa: 12 anos.


"Batismo de sangue" (Brasil, 110 min., 2006, ficção), às 20h, última sessão de sexta. Tem a direção de Helvécio Ratton e narra a participação de frades dominicanos na luta clandestina contra a ditadura militar, no fim dos anos 1960. Movidos por ideais cristãos, eles decidem apoiar logística e politicamente a resistência armada, e acabam sendo presos e torturados. Adaptado do livro homônimo de Frei Betto, vencedor do prêmio Jabuti. Para maiores de 14 anos.

Circuito comercial


O casal Marcelo Adnet e Mariana Ximenes encabeça o elenco da comédia brasileira "Os Penetras", a única estreia desta sexta nos cinemas dos shoppings. O outro filme que entra em cartaz, a animação "A origem dos guardiões", já foi noticiado aqui mesmo no site, quando esteve em pre estreia no final de semana passado.
Em "Os Penetras" Adnet faz o personagem Marco Polo. Um cara sedutor, farrista e bem humorado, que vive entrando de beira nas festas da sociedade carioca. Gosta de levar vantagem. Em um de seus golpes, às vésperas do réveillon, ele cruza com Beto (Eduardo Sterblitch), um homem tímido, inseguro. Beto acaba de ser rejeitado por Laura (Mariana Ximenes).


Não é difícil prever que Marco Polo, numa de ajudar Beto, vai se aproximar de Laura e aí... e aí... É impossível adivinhar? A direção é de Andrucha Waddington, que assinou filmes como "Lope", "Casa de Areia" e "Eu, tu, eles", sendo este último bastante premiado, inclusive em importantes festivais internacionais. Estão ainda no elenco nomes como Andrea Beltrão, Stepan Nercessian, Luiz Gustavo, Miele, Susana Vieira e Kate Lyra, entre outros.


Voltar  

Agenda Cultural

Veja Mais

Últimas Notícias

Mais Notícias

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:


  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet