VERSO

Marina Taborelli e Silva

Ladainha*

Corpo migrante!
Quem és tu?
Imprimem, os teus pés,
Pegadas nesse solo? Não!

Soy de las masas entrantes,
Un hermano en el dolor de otros.
Si no marco esse suelo
Es porque fui desarraigado en las fronteras.

Corpo minguante!
Quem és tu?
Enxerga-te, vês o teu rosto,
Nesse país, no tecido social? Não!

Por casualidad, la Palabra de Cristo
¿No es barro para verme?
Estamos en las calles y plazas a tu lado
Igual que tú, necesitamos pan! 

 

*Poema selecionado pela coletânea "Esperança Cercada - Cadernos Marginais de Filosofia, Literatura e Direitos Humanos", disponível em PDF ou impressão através do link https://editorafi.org/261cercada

marina

Marina Taborelli e Silva é cuiabana, nascida em 17 de julho de 1999. Bacharelanda em Direito pela UFMT, manifesta grande gosto por literatura desde criança. E foi o poder dessa arte da palavra que provocou o seu encontro com o tyrannus há mais de um ano. É um enorme prazer para o site passarinho dar visibilidade aos seus versos


Voltar  

Confira também nesta seção:
16.05.22 17h30 » Renée Ferrer
09.05.22 17h26 » Pedro Vale
02.05.22 14h33 » Jessica Stori
25.04.22 17h43 » Bianca Barbosa
19.04.22 08h00 » Erro de português
19.04.22 00h10 » Kiara Baco Anhôn
08.04.22 16h41 » Cuiabanália
22.03.22 19h36 » Emilio Villa
14.03.22 18h32 » Lua Lacerda
07.03.22 17h14 » Eliete Borges
07.03.22 17h14 » Instruções de bordo*
28.02.22 17h20 » Naomi Shihab Nye
21.02.22 18h00 » Arthur Santos
14.02.22 18h00 » Zeh Gustavo
07.02.22 20h55 » Clarissa Macedo
31.01.22 19h37 » Boécio
24.01.22 18h48 » Al Berto
17.01.22 20h11 » Betty Chiz
10.01.22 20h00 » Amarildo Anzolin
28.12.21 20h18 » Ferreira Gullar

Agenda Cultural

Veja Mais

Últimas Notícias

Mais Notícias

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:


  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet