VERSO

Al Berto

dizem que a paixão o conheceu

 

dizem que a paixão o conheceu
mas hoje vive escondido nuns óculos escuros
senta-se no estremecer da noite enumera
o que lhe sobejou do adolescente rosto
turvo pela ligeira náusea da velhice

conhece a solidão de quem permanece acordado
quase sempre estendido ao lado do sono
pressente o suave esvoaçar da idade
ergue-se para o espelho
que lhe devolve um sorriso tamanho do medo

dizem que vive na transparência do sonho
à beira-mar envelheceu vagarosamente
sem que nenhuma ternura nenhuma alegria
nenhum ofício cantante
o tenha convencido a permanecer entre os vivos

 

*Poema reproduzido do site https://www.escritas.org/

rtp

al berto

O português Alberto Raposo Pidwell Tavares (1948 - 1997), foi um poeta, pintor, editor e animador cultural e chegou também a escreveu para teatro. Era mais conhecido como Al Berto. Um nome indispensável na poesia portuguesa contemporânea. Chegou a ser rotulado como poeta maldito, mas, ao que tudo indica, isso já passou. Deixou vasta obra, considerando a sua partida precoce e, ainda, ficaram textos incompletos para uma ópera, para um livro de fotografia sobre Portugal e uma falsa autobiografia, como o próprio autor a intitulava. Em 1988 recebe o Prémio Pen Club de Poesia pela obra "O Medo"

 

 


Voltar  

Confira também nesta seção:
23.05.22 17h29 » Luis Dolhnikoff
16.05.22 17h30 » Renée Ferrer
09.05.22 17h26 » Pedro Vale
02.05.22 14h33 » Jessica Stori
25.04.22 17h43 » Bianca Barbosa
19.04.22 08h00 » Erro de português
19.04.22 00h10 » Kiara Baco Anhôn
08.04.22 16h41 » Cuiabanália
22.03.22 19h36 » Emilio Villa
14.03.22 18h32 » Lua Lacerda
07.03.22 17h14 » Eliete Borges
07.03.22 17h14 » Instruções de bordo*
28.02.22 17h20 » Naomi Shihab Nye
21.02.22 18h00 » Arthur Santos
14.02.22 18h00 » Zeh Gustavo
07.02.22 20h55 » Clarissa Macedo
31.01.22 19h37 » Boécio
24.01.22 18h48 » Al Berto
17.01.22 20h11 » Betty Chiz
10.01.22 20h00 » Amarildo Anzolin

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:


  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet